CHEGOU A HORA DO ACERTO DE CONTAS COM IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA

QUEM DEVE DECLARAR:


• Quem durante o ano de 2020 foi sócio, titular ou acionista de pessoa jurídica;

• Quem recebeu no ano de 2020 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70;

• Quem recebeu no ano de 2020 auxílio emergencial deve declarar caso o valor do auxílio, somado com outros rendimentos tributáveis, ultrapassar R$ 22.847,76

• Quem obteve no ano de 2020 rendimentos isentos, tributados na fonte ou não tributáveis cuja soma ultrapassa R$ 40.000,00;

• Quem obteve ganho de capital na alienação de bens ou direitos, realizou operações em bolsa de valores;

• Quem possuía a posse ou propriedade de bens ou direitos com superior à R$ 300.000,00 em 31.12.2020;

• Passou a condição de residente no Brasil;

• Que obteve rendimentos da atividade rural no valor superior R$ 142.798,50;


OBS: Quem tiver mais de uma fonte de renda, deverá somá-las, sendo o valor superior à R$ 28.559,70 deverá declarar. Ex: aposentadoria, salário, aluguéis;


RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA EFETUAR A DECLARAÇÃO DO IRPF:


• Declaração do ano anterior, se tiver;

• Cópia do titulo de eleitor, se não declarado anteriormente;

• Comprovante de renda, salário, aluguel, aposentadoria;

• Comprovantes bancários específicos para IRPF;

• Comprovante das transações imobiliárias; com cópia do IPTU e ESCRITURA

• Quando a aquisição ou venda de veículo, fornecer cópia do documento;

• Despesas médicas e outros profissionais liberais;

• Despesas com instrução inclusive de dependentes;

• Comprovantes de previdência privada;

• Dados dos dependentes, nome, data de nascimento, e obrigatório o n. do CPF.


OBS: Em caso de não entrega da declaração até 30.04.2021 o contribuinte pagará multa de 1% ao mês do imposto devido, sendo no mínimo o valor de R$ 165,64 bem como o cancelamento do CPF.

MANTENHA-SE INFORMADO